Uniswap – A corretora descentralizada

Uniswap – A corretora descentralizada

As corretoras centralizadas têm sido o principal mercado de criptomoedas por muitos anos. No entanto, existe um mundo paralelo sendo construído na forma de protocolos descentralizados (DEX) que não exigem intermediários ou custodiantes para facilitar o processo de trading. Neste artigo você vai saber mais sobre a Uniswap, a corretora descentralizada que está revolucionando as finanças.

O unicórnio que revolucionou as finaças

A Uniswap é o protocolo de uma corretora descentralizada (Dex) que roda nas blockchains Ethereum, Polygon entre outras redes, que periodicamente são implementadas. Não é necessário intermediários, não sofre censuras de governos e ainda funciona 24 horas por dia e 7 dias por semana. Através dela você, usuário comum tem todo o poder monetário nas mãos e não depende mais de nenhuma empresa terceira ou de governos controladores. Como tudo é descentralizado, não há rastreio de nenhuma movimentação.

A plataforma foi criada no ano de 2018 e seu código fonte é totalmente aberto, possibilitando que qualquer pessoa verifique sua segurança e integridade nas ações tomadas dentro do site. Isso também significa que é possível copiar seu código para criar novas corretoras descentralizadas concorrentes.

O controle e custódia dos fundos nunca ficam na Uniswap. Eles são operados diretamente da sua carteira de criptomoedas através de contratos inteligentes, com isso, uma invasão ao site Uniswap não é capaz de roubar nenhum valor dos usuários. Atualmente, a plataforma possui mais de 18 bilhões de reais em capitalização.

Interface da Uniswap

Através dessa interface é possível fazer trocas entre criptomoedas diretamente de sua carteira.

Como funciona a Uniswap?

A Uniswap executa contratos inteligentes para validar a transação com os fundos diretamente na sua carteira através de tokens ERC20 (Ethereum Request for Comments) em um protocolo de liquidez 100% automatizado. Usuários podem prover liquidez para a rede depositando criptomoedas em fundos expecíficos para permitir que transações sejam efetuadas com sucesso. Cada token listado na plataforma tem seu próprio fundo de liquidez que pode receber a contribuição de qualquer usuário com a aplicação de valores mínimos.

Dessa forma, ninguém precisa esperar que uma segunda parte aceite a operação. Desde que haja fundos suficientes providos por outros usuários, a transação ocorrerá sem nenhum problema. Atualmente os valores aplicados nesses fundos suprem as transações sem nenhum problema.

Quem provê liquidez para a rede recebe porcentagens a cada nova transação efetuada.

Votação Polygon na Uniswap

Em dezembro de 2021 usuários da plataforma votaram em sua maior parte a favor de acrescentar a rede Polygon na Uniswap. Decisões importantes são tomadas através de votações.

Como usar a corretora descentralizada Uniswap?

Através de uma carteira compatível com o protocolo ERC-20 como a Metamask é possível se conectar ao site da Uniswap, sem nenhuma solicitação adicional de cadastros ou documentos. É necessário ter saldo em Ethereum na carteira para pagamento das taxas de transação, que podem variar de acordo com a demanda de uso da rede.

Carteira Metamask

A carteira Metamask pode ser instalada como extensão nos principais navegadores ou no Android / IOS

Neste artigo você conheceu um pouco mais sobre a Uniswap, a corretora descentralizada que movimenta mais de 600 milhões de reais diariamente.

Links úteis

Site Uniswap: uniswap.org
Site Metamask: metamask.io

Aproveite que chegou até aqui e confira nossas redes sociais, siga a gente e comente qual assunto você gostaria que fosse abordado em nosso blog! 🙂

Rodrigo Alves, Artista 3D, Designer e Fotógrafo

Sobre o autor

Rodrigo Alves, Artista 3D, Designer e Fotógrafo

Nascido na cidade de Teresópolis, região serrana do Rio de Janeiro, buscou desde cedo se expressar através da arte. Começou ainda na adolescência a fazer desenhos em papel e depois avançou para artes digitais. Em pouco tempo se destacou com trabalhos de tratamento digital de imagens e com modelagem e animação em 3D. Na fotografia, sua principal escola foi através das dezenas de trilhas e acampamentos que fez em Teresópolis, onde sempre levava sua câmera Nikon para registrar o máximo de detalhes que encontrava. Com essa dedicação conquistou um acervo fotográfico com mais de 1000 fotografias da cidade de Teresópolis. Desde 2017 acompanhando o mundo cripto, sua nova jornada é no mercado de NFT. Seu acervo fotográfico e habilidades em 3D lhe garantiram destaque na comunidade de artistas NFTs e agora seus trabalhos artísticos e fotografias estão sendo eternizados na Blockchain através de NFTs únicas.